segunda-feira, 18 de abril de 2011

Continua impasse entre governo e grevistas

Segundo o Movimento Docente, o governo se recusa a negociar

O Fórum das Associações dos Docentes aguarda resposta
do governo se negociará com os grevistas (Foto: ASCOM
Fórum das AD's)
Sem nenhum sinal do governo de atender as reivindicações dos professores, o impasse nas universidades estaduais da Bahia continua. Em algumas instituições a greve está entrando em sua segunda semana, sem previsão de final. Na UESC, cerca de 9 mil estudantes estão sem aula desde o dia 08, quando foi deflagrada a greve geral dos professores.

Na última sexta-feira (15), representantes do Governo receberam o Movimento Docente (MD) para discutir as questões da Campanha Salarial 2010.

Segundo o MD, o governo se recusa a dialogar com a categoria, rejeitando a greve enquanto instrumento legítimo de luta da classe trabalhadora e se negando a retirar a cláusula restritiva imposta à categoria no final do ano passado.

A Mesa Setorial de Negociação é formada pelas secretarias de Educação (SEC), Administração (SAEB) e Secretaria de Relações Institucionais (SERIN).

Ainda de acordo com o MD, o Coordenador de Desenvolvimento da Educação Superior (CODES), Clóvis Caribé, afirmou que deve apresentar na próxima quarta-feira (20), uma posição se irá negociar com os grevistas ou não.


Nenhum comentário:

Postar um comentário