sexta-feira, 29 de abril de 2011

Governo corta salário de professores grevistas

Os professores das Universidades Estaduais de Feira de Santana (Uefs), de Santa Cruz (Uesc) e do Sudoeste da Bahia (Uesb), em greve há 21 dias, tiveram os salários cortados nesta quinta-feira (28) pela Secretaria Estadual de Educação (SEC). De acordo com o titular Osvaldo Barreto, a medida foi anunciada em nota pública divulgada pela pasta. Esta foi a maneira encontrada para pressionar os grevistas, que realizaram nesta quinta um protesto em Salvador.

Os docentes, que se deslocaram em caravanas vindas do interior do estado, se concentraram em frente ao Teatro Castro Alves, no Campo Grande. A categoria reivindica do governo a retirada de uma cláusula do acordo salarial de 2010, que impede melhorias salariais pelos próximos quatro anos e a revogação do Decreto 12.583/11, que reduz os gastos públicos no ano de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário