quinta-feira, 14 de abril de 2011

Polícia Federal cumpre mandados em Ilhéus


A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, 14, em Ilhéus, a operação Radar, que tem o objetivo de apurar fraudes contra a Previdência Social. Segundo a assessoria da PF, cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos na agência local da Previdência e residências de suspeitos de envolvimento nos crimes investigados.

Com esta operação, a polícia busca colher provas para o inquérito, que foi instaurado a partir de denúncia recebida pela PF em maio do ano passado, dando conta de que um servidor da agência do INSS em Ilhéus recebia propina para atuar irregularmente na intermediação e concessão de benefícios de várias modalidades, principalmente pensão por morte e auxílio-doença.

As investigações indicaram a possível atuação de uma quadrilha, com a participação de membro de etnia indígena, que se utilizava de documentação falsa para viabilizar a obtenção de benefícios. Os possíveis envolvidos serão intimados a prestar esclarecimentos.

A apuração do crime vem sendo feita em conjunto com o Ministério da Previdência Social, Polícia Federal e Ministério Público Federal. A operação desta quinta-feira envolve 30 policiais e sete servidores do Ministério da Previdência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário