quarta-feira, 6 de abril de 2011

Professores da UESB entram em greve por tempo indeterminado

Os professores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) decidiram em assembleia realizada na tarde desta terça-feira (05/04), paralisar suas atividades por tempo indeterminado. A deflagração da greve teve apoio de 123, dos 126 docentes presentes. A votação teve apenas um voto contra e dois abstenções. A paralisação começa a partir desta sexta-feira (08/04).

Os principais motivos para a radicalização dos professores são o decreto 12.583, de fevereiro, que restringe o orçamento da universidade, e a imposição de uma cláusula que determina que os professores só podem apresentar novas queixas e reivindicações em 2015.

Esta cláusula foi apresentada no último momento durante negociações salariais em dezembro do ano passado. Os alunos da universidade já estavam paralisados desde o último dia 29 de março.

Nenhum comentário:

Postar um comentário