segunda-feira, 13 de junho de 2011

Justiça determina e governo paga o salário dos professores ainda em greve

Wagner protelou, mas teve que obedecer a determinação
da justiça
Atendendo decisão judicial, o governo do estado pagou, nesta segunda-feira (13), os salários dos professores das universidades estaduais da Bahia, ainda em greve. Hoje foi o prazo limite que o governo tinha para obedecer a determinação do Supremo Tribunal Federal.

O governo da Bahia descumpriu a primeira decisão do Tribunal de Justiça e recorreu ao STF. Após avaliar as informações disponibilizadas pelo governo, a desembargadora Drª. Deise Lago Ribeiro concedeu liminar favorável para que os pagamentos dos salários, cortados ilegalmente com 21 dias de greve, fossem pagos em até cinco dias úteis.

O Movimento Docente considera esse fato uma vitória da categoria, uma conquista maior que o valor do dinheiro. (Fonte: Adusc)

Nenhum comentário:

Postar um comentário