sábado, 26 de maio de 2012

Acusado de matar ex-namorada é condenado a 24 anos de prisão em Itabuna

Do Radar

Francisco Paulo Lins da Silva foi condenado a 24 anos de prisão por matar, no dia 24 de janeiro de 2010, Eliane Almeida de Oliveira, ex-funcionária da Casa de Misericórdia, e ex-namorada do autor do crime. O julgamento ocorreu nesta sexta-feira (25) no Fórum Ruy Barbosa, em Itabuna. Ao final de leitura da sentença de condenação, familiares e amigos de Eliane comemoram a decisão. Gritos de “Aleluia” ecoaram pelo Fórum.  

O juiz substituto da Vara do Júri e titular da 2ª Vara Crime, Antonio Carlos Rodrigues de Moraes, decidiu que Francisco não pode recorrer em liberdade. Francisco, apesar de ser réu primário, já respondia a crime de homicídio qualificado na Comarca de Formosa (GO). 

O promotor Dario José Kist e o criminalista Antonio Rosa dos Santos alegaram que o acusado deveria pegar pena de 12 a 30 anos de reclusão. “O réu atirou na cabeça da vítima que estava dormindo, não lhe permitindo defesa e por motivo fútil, demonstrando sua frieza”, afirmou o promotor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário