terça-feira, 24 de julho de 2012

Curta de estudantes da UESC discute ética na imprensa

Não é de hoje que a política exerce influência na imprensa brasileira. Isso vem desde os primeiros folhetins  e atualmente não é difícil encontrar grandes empresas de comunicação que são dominadas por políticos. A família Sarney, no Maranhão, e a Magalhães, na Bahia, são exemplos disso. Nestes veículos, controlados pelo poder, as ideologias de seus “cabeças” são preponderantes. 

Por outro lado, é fácil também encontrar meios de comunicação independentes, que sofrem interferência igual ou superior, especialmente de maus políticos, corruptos. Esta questão é discutida no curtamentragem ficcional “Ética na Imprensa”, produzido pelos estudantes do 7º semestre do curso de Comunicação Social da UESC. 

O vídeo tem direção e roteiro de Genisson Santos, direção de fotografia de Alisson Carmo e produção de Luíse Beatriz. A direção dos atores Oswaldo Dias, Emiron Goveia, Simone Santos e Alisson Carmo ficou a cargo da estudante Marcela Gonçalves, que também contribuiu na edição, junto com Genisson Santos. 

Confira:

Um comentário:

  1. Triste realidade de muitas agências de noticias. É preciso dizer não a corrupção.

    ResponderExcluir