quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Estratégias dos prefeituráveis de Coaraci no horário eleitoral

Os programas eleitorais dos candidatos a prefeito de Coaraci estão apostando na auto-afirmação da imagem de seus prefeituráveis, como estratégia para conquistar a simpatia dos ouvintes. 

Milton Cerqueira (PRB) está dedicando boa parte do espaço no rádio à narração de sua história de vida, resumida a alguns aspectos da infância pobre à ascensão financeira e política. E em meio aos relatos, uma curiosidade das mais curiosas: o candidato chegou a ser jogador profissional de futebol, tendo atuado no Itabuna Esporte Clube e na Portuguesa Santista (São Paulo). 

A petista Josefina Castro, que também dedicou os programas anteriores à sua história, nesta quarta-feira (29) destacou as ações e obras de seu governo, como a implantação do Ponto Cidadão, 6º do tipo na Bahia. A atual prefeita apostou também no depoimento de anônimos e numa inserção de áudio da presidente Dilma Rulsseff. Ela ainda alfinetou os adversários. “Antes os prefeitos quando tomavam posse, seus primeiros atos eram demitir pais de família, gerando quase 15 milhões de dívidas em precatórios trabalhistas. Não demitimos nenhum pai de família e também não geramos precatório, porque entendemos que criar dívida é especialidade de grupos políticos que não sabem governar”. 

Já o republicano Jadson Albano focou no seu discurso de que “vai ser diferente” e rebateu a crítica de sua falta de experiência, por ser o único candidato que nunca exerceu nenhum cargo político na vida. “Faço a questão de não participar dessa escola que forma mestres e doutores sem atitude”, farpeou. 

O candidato Janjão apelou para sua boa gestão há 20 anos e chamou os eleitores a promover um “retorno de Coaraci rumo ao progresso”. E Chico Bala fez um apelo direto ao voto. “Vamos tornar nossa cidade forte, dos bairros e distritos até o centro, rua por rua, pessoa por pessoa”, convocou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário