quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Clima eleitoral "pega fogo" em Itajuípe

D'A Região online

O clima esquentou de vez na política de Itajuípe. Nas últimas semanas houve denúncias de agressão dos dois lados. Na segunda-feira à noite, três homens foram acusados de perseguir uma pessoa. Os três seriam partidários da candidata Sí Dantas, do PSD. Já o grupo da sobrinha do prefeito Marcos Dantas nega o episódio e acusa os partidários da ex-prefeita e candidata Gilka Badaró, do PSB, de praticar ações violentas. 

Umas das vítimas seria o motorista Juliherbert Santana. Ele prestou queixa na delegacia de Itajuípe contra o cunhado de Gilka Badaró. Santana afirma que foi espancado por Geraldo Pólvora e ameaçado de morte. O acusado teria fugido logo depois das agressões. Ele deixou o carro em um posto de combustível na BR-101, em Itabuna. O espancamento do motorista ocorreu por volta das oito horas da noite, na Praça Régis Pacheco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário