terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Audiência pública para criação de RVS reuniu produtores do sul da Bahia em Coaraci

Com o intuito de discutir a implantação do Parque Estadual das Nascentes do Almada e Serra do Corcovado e a criação do Refúgio de Vida Silvestre (RVS) das nascentes do Almada foi realizada ontem (10), no município de Coaraci, uma consulta pública, promovida pela Secretária Estadual do Meio Ambiente (SEMA), através do INEMA. Na oportunidade foram apresentados os estudos realizados na região para a implantação da Unidade de Conservação que visa incluir parte dos municípios de Almadina, Floresta Azul e Ibicaraí, num total de 13.484 hectares. 

A proposta de criação do Refúgio irá ampliar a proteção dos recursos naturais, inclusive a nascente do Rio Almada localizada na Serra do Sete Paus. A audiência mobilizou diversos produtores da região, que com ânimos exaltados, destacaram a preocupação com as propriedades que estão situadas na área de abrangência do projeto. De acordo com a agricultora Maria do Carmo, da Serra do Corcovado, a intenção de todos é preservar com sustentabilidade, no entanto, desapropriar os agricultores familiares poderá agravar o problema social da região. As propriedades existentes dentro dos limites do Parque Estadual das Nascentes do Almada e Serra do Corcovado que possuam titulação, de acordo com a proposta do governo, serão desapropriadas e indenizadas por meio da regularização fundiária. 

Já as propriedades particulares localizadas dentro do RVS não serão desapropriadas, desde que seus donos sigam as normas estabelecidas pela legislação. O secretário de agricultura e reforma agrária de Coaraci, Venâncio Leal, destacou a importância da preservação e a preocupação do município em garantir aos produtores novas áreas de produção. “Nós estamos querendo um equilíbrio entre as duas questões, que atenda tanto ao meio ambiente, quanto os agricultores”, concluiu Leal / Informações do Mercado do Cacau

Nenhum comentário:

Postar um comentário