segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Se Estado não Intervir, Hospital de Coaraci pode fechar

Em Coaraci o Hospital Geral, único da cidade, foi arrematado em 2010 pelo empresário do ramo dos transportes Raimundo Andrade. O imóvel, que estava avaliado em R$ 720 mil, foi a leilão para pagar dívidas trabalhistas de mais de 70 funcionários e ex-funcionários. O lance final do leilão foi de R$ 390 mil. Recentemente o empresário conseguiu na justiça uma liminar, ele já manteve contato com a prefeita Josefina Castro (PT), e o secretário de finanças, Eduardo Haendel. 

Ambos sinalizaram positivamente, porém, informaram que necessitam do governo do estado, já que o município só tem a gestão do hospital. Raimundo Andrade está tendo bom senso, já que a liminar garante que ele tome posse do imóvel, recentemente o governo do estado enviou equipamentos para o hospital, e se não for realizado um acordo, existe a possibilidade do fechamento. 

Com isso é importante o deputado federal Geraldo Simões (PT), manter contato com o secretário de saúde do estado, Jorge Sola, com o objetivo de solucionar essa situação. Vale lembrar que mais de 22 mil habitantes de Coaraci, além dos municípios de Itapitanga, Almadina e outros dois distritos de Ilhéus são atendidos pelo hospital. / Informações do Políticos do Sul da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário