quinta-feira, 14 de março de 2013

Imprensa do extremo sul suspende coberturas das visitas de Wagner

Desde que Jaques Wagner (PT) assumiu a chefia do governo do Estado, que todas as vezes em que veio a Teixeira de Freitas que representantes da imprensa regional foram maltratados ou agredidos fisicamente, tanto por sua assessoria, quanto pelos homens que cuidam da guarda e do próprio cerimonial do governador – que praticamente, não deixam a imprensa trabalhar. Em algumas vindas de Jaques Wagner, repórteres e jornalistas que cobriam o acontecimento foram agredidos física ou verbalmente por seguranças do governador, que nunca fez questão de esclarecer para seus comandados que é desnecessário tais agressões contra a imprensa. 

Na ocasião da última vinda, em uma demonstração clara de seu desrespeito para com a classe jornalística local, deu um “olé” na imprensa, deixando todos os representantes de veículos de comunicação locais esperando no aeroporto e desceu no 13º BPM – de lá, indo direto para uma entrevista na TV Sul Bahia. Por conta desta e de muitas outras atitudes desrespeitosas à classe que, em reunião realizada na noite de segunda-feira, 11 de março, na sede da Rádio Sucesso FM, a Associação de Imprensa do Extremo Sul da Bahia (AIESBA) resolveu suspender a divulgação de futuras vindas do governador ao Extremo Sul. 

A decisão pela não cobertura das possíveis vindas do governador à região foi colocada em votação e, de forma unânime, decidiram que nenhum dos profissionais de imprensa associados cubra o fato. A primeira retaliação aconteceria no próximo dia 14, quando, segundo consta na agenda do governador, ele estaria visitando a região. O motivo de tal visita ainda é desconhecido por todos – mais uma falha da assessoria do governador. Com informações do Liberdade News

Nenhum comentário:

Postar um comentário