segunda-feira, 29 de julho de 2013

PMN desiste de fusão com PPS e criação de novo partido

Em convenção extraordinária realizada em São Paulo, o Partido da Mobilização Nacional (PMN) voltou atrás e desistiu da fusão com o Partido Popular Socialista (PPS), que resultaria na fusão de uma nova legenda: Mobilização Democrática (MD). 

Em entrevista a jornalistas, a presidente em exercício do PMN, Telma Ribeiro, disse que a decisão se deu, principalmente, porque, a sigla não quer ficar à espera de alguns políticos, entre eles o ex-governador de São Paulo, José Serra. Possível candidato à Presidência da República em 2014, o tucano negociava com o presidente do PPS, Roberto Freire – que tentou em vão adiar a convenção do PMN –, para uma suposta admissão ao MD, caso o partido fosse criado. 

Telma explicou ainda que o “timing” do PMN e do PPS estão diferentes e que desavenças para decidir sobre cargos nos diretórios regionais da nova legenda também influenciaram na decisão. Segundo ela, caso o MD fosse criado, ele não poderia ficar refém de coisa alguma, inclusive de uma possível ida de Serra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário