quarta-feira, 30 de abril de 2014

Guarda Municipal de Itapitanga para atividades por melhores condições de trabalho

Informações do Blog do Joel Fernando
Não é de hoje, mas um dia certamente iria vir à tona tal reclamação. As condições de trabalho da Guarda municipal nunca foram das melhores e, sempre piorando a cada dia. Só que a categoria se organizou, filiando-se ao Sindguardas - Sindicato das Guardas Municipais da Bahia - ganhou voz e passou a cobrar melhores condições de trabalho. Desde o ano passado que a categoria chama a administração para uma mesa de negociação em prol da regulamentação da Guarda municipal, fardamento digno para a categoria e adicional por exercício da profissional de risco. Da pauta, apenas o fardamento da guarda está sendo atendido. 

A situação se agravou quando faltou habilidade do governo para negociar chegando ao ponto dos guardas decretarem greve por tempo indeterminado. Hoje pela manhã, em assembleia, a categoria decidiu parar as atividades, onde só funcionará com trinta por cento da escala de trabalho. Após a decisão em assembleia, os guardas reuniram-se em protesto em frente a prefeitura cobrando melhorias nas condições de trabalho, onde o líder do Sindiguarda, Pedro cobrou providências e disse que a categoria estar aberta para diálogo: "Não queremos greve, mas tornou-se inevitável tal decisão, diante da falta de atenção do governo municipal. A Guarda vai entrar em greve obedecendo o que reza a constituição federal" avisou. 

Se os assessores do prefeito ou o governo subestimou a capacidade de organização da categoria e achou que os guardas estavam blefando, então, quebraram a cara. A paralisação registra pela primeira vez na história do município, servidores decretando greve por não terem seus direitos assistidos. Faltou habilidade ao governo e sobra vontade à categoria dos guardas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário