terça-feira, 8 de abril de 2014

Prefeitos baianos aderem à paralisação nacional nesta sexta-feira (11)

Para denunciar a atual situação de crise financeira das administrações municipais, as prefeituras de todo Brasil fecham as portas nesta sexta-feira (11). Em Salvador, a diretoria da UPB (União dos Municípios da Bahia) vai reunir prefeitos, deputados e senadores para discutir as principais reivindicações dos gestores. Neste dia será ponto facultativo nas prefeituras, entretanto, os serviços essenciais como escolas e hospitais devem funcionar normalmente. 

A presidente da UPB e prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria, afirma que “questões estruturantes continuam sem solução e os municípios permanecerão em crise, caso mudanças profundas não sejam implementadas”. Segundo ela, a crise é o reflexo do desequilíbrio das finanças municipais e evidencia que a receita arrecadada hoje não corresponde ao aumento de responsabilidades repassadas aos municípios pela União.

Nenhum comentário:

Postar um comentário