quarta-feira, 21 de maio de 2014

Polícia Civil faz paralisação de 24 horas nesta quarta-feira

Os policiais civis da Bahia confirmaram a paralisação de 24 horas, a partir da 8h desta quarta-feira (21). Segundo o sindicato da categoria (Sindpoc), durante a mobilização, será mantido 30% do efetivo para atendimento a prisões em flagrante, levantamento cadavérico, crimes contra a criança e a vida. A paralisação foi decidida em assembleia realizada no último dia 6, prazo estabelecido para avanço nas negociações com o governo do Estado. 

A classe pede rapidez na aprovação da aposentadoria especial e discussão imediata do novo modelo de gestão da PC. “Estamos indo até o governo a fim de estabelecermos o diálogo, a conversação. Temos uma proposta de um novo modelo de gestão que prevê melhorias no serviço e um atendimento mais eficaz à sociedade e queremos que o governo nos ouça e avalie, mas até agora isso não aconteceu”, argumenta o presidente do Sindipoc, Marcos Maurício. 

A interrupção das atividades corrobora com movimentos nacionais, a exemplo das polícias Federal (PF), Rodoviária Federal (PRF) e Civil, que reivindicam o debate e implantação da Lei Geral das Polícias Civis (Projeto de Lei 1949/2007) e da Proposta de Emenda à Constituição nº 300 (PEC 300), que equipara os salários dos agentes de segurança de todo o país aos valores pagos no Distrito Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário