terça-feira, 18 de novembro de 2014

Clima tenso nas articulações para eleição da presidência da Câmara de Itajuipe

Em Itajuípe o clima é de tensão e ansiedade no processo de escolha da nova mesa diretora da Câmara de vereadores. De um lado o grupo de oposição que mesmo sendo minoria tenta viabilizar nomes que circulam bem mantém uma relação de respeito e diálogo com o governo, os nomes mais cotados são o de Léo da capoeira e do vereador Ivan Jr, que sai em vantagem por já ter presidido a casa momentaneamente em algumas seções e teve sua atuação elogiada por todos. 

Do lado da situação está uma guerra de vaidades tendo como nome de apreço da prefeita Gilka Badaró o Ver. Gean de Vasconcelos, mais ainda os edis Pádua da Fm e Edmílson pleiteiam ter seus respectivos nomes indicados. É necessário avaliar a importância da atuação da casa legislativa para garantir o equilíbrio de ideias e discussões em favor do povo, o governo de Gilka Badaró não tendo diretamente o apoio do atual presidente já tem deixado a desejar, com várias denúncias de irregularidades, atraso de salários, superfaturamento de licitações, nepositsmo, perseguição política e um acentuado quadro de má administração com o dinheiro público, imaginem se usarem a persuasão $$$$$ para garantir o comando da presidência, tendo um chefe do legislativo omisso, que irá agir com a cartilha dos interesses da prefeita. 

É esperar pra ver, e torcer para que a coerência e o bom senso possam prevalecer. Toda democracia é salutar para que haja o debate de idéias,que se cobre e se reivindique, já basta o sindicato dos servidores municipais estar sem voz e vez sob o comando eterno do vereador Pádua da FM que não luta pela classe, não abre espaço para outras pessoas (o mesmo encontra se no cargo a vários anos..) Esses é mais um exemplo de que a perpetuação no poder de um mesmo grupo ou nome não é benéfico, a câmara precisa mudar, mais precisa ter de fato sua independência. Informações do cacaunoticias.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário