segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Geraldo Simões conversa com PSB visando candidatura a prefeito

O ex deputado federal Geraldo Simões (PT), está mesmo interessado na sucessão municipal e pensa em voltar a ser prefeito de Itabuna. Sabedor das manobras que estão tentando para impedir uma candidatura dele pelo PT, partido que pertence desde a sua fundação, Geraldo trabalha agora a possibilidade de uma candidatura por outro partido. 

As imposições do governador Rui Costa e a resolução de que as 33 cidades principais da Bahia o PT terá candidatura somente com aval da executiva estadual, ou seja, se Rui e o núcleo duro do partido aceitar, vem gerando insatisfação interna. Pelo menos três políticos já cogitam deixar o partido, o ex-secretário Jorge Solla, o ex-prefeito de Camaçari, Luiz Caetano e Geraldo simões que estudam a ida para o PSB da senadora Lídice da Mata. Em Itabuna, reduto de Geraldo Simões, o PSB está inativo no site do TSE – Tribunal Superior Eleitoral desde novembro de 2014. 

A maior liderança política atual na cidade é o médico Édson Dantas que já foi presidente da Câmara municipal, candidato a prefeito e deputados federal e estadual. Com a mudança de partido, caso ocorra, Geraldo teria o aval para disputar a candidatura a prefeito de Itabuna em 2016. Apesar das informações, Geraldo não confirma a intenção, já o médico Édson Dantas participa de uma frente que discute a sucessão de 2016. Édson também pretende disputar a candidatura para prefeito no próximo ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário