sexta-feira, 3 de abril de 2015

Com sobrinho candidato Josefina implantará ditadura Castro em Coaraci

Nesta última semana os partidários do ‘oba oba’ político trataram de implantar uma nota em determinado blog da região sobre a “bênção” que o sobrinho da prefeita Josefina Castro, Kadu, teria recebido de um deputado. Segundo a nota, o tal deputado teria expressado que Kaduzinho seria seu candidato para disputa municipal do ano que vem. 

Mas eu pergunto: de onde saiu esse raio de deputado? E outra coisa: a pré-candidatura do sobrinho da mandachuva é verdadeira mesmo, ou trata-se de uma piada? 

Se verdadeira, ou não, o fato é que, com a suposta candidatura do “príncipe herdeiro” Josefina instala em Coaraci a ditadura Castro. O município de Coaraci pode se tornar uma segunda Cuba, que padece há mais de 50 anos nas mãos dos tiranos Fidel e Raul Castro. 

Só falta isso mesmo. Afinal de contas, disparates como o nepotismo já existem. O próprio Kadu, para quem não sabe, é sobrinho da mandachuva. Aliás, a prefeitura de Coaraci atualmente se tornou um cabide de emprego para parentes e “iluminados” da ‘toda poderosa’. 

E a farra do boi pode ficar completa. O ‘principeco’ pode herdar o ‘trono’ de vez. Assim querem empurrar goela abaixo, passando por cima do próprio Sérgio Fraife, que seria o número um na linha de sucessão. 

PIADA

Nas redes, a pré-candidatura de ‘Kaduzinho’ tem sido motivo de piada. 

“Quem é esse Kadu?”, questiona um internauta. “KKKKKKKKKKKK... esse Kadu é parente de Kadê ???”, escreveu outro. “Esse povo de Zifa perdeu a noção... Gima deve estar gargalhando”, expressou outro. 

“A cidade de coaraci tá virando chacota”, disparou outro internauta. “Só rindo viu kkkkkkkkkkkkkkkkkkklk”, escreveu outra. “Quem está fora da cidade sabe o quanto a cidade está abandonada. É triste ver o fanatismo falar mais alto. O certo é querer o bem pra Coaraci, independente de partidos”, ponderou outra. 

Outros internautas apontam para o racha que hoje é evidente no grupo petista. Já outros falam da desunião dos partidários da prefeita. “Nao pode existir racha onde nunca houve unidade, a não ser interesses pessoais. Agora, que está parecendo uma peça de Sófocles, isso está”, escreveu um. “Manda esse menino ‘vei’ ‘ketar’”, completou outro. 

Veja alguns comentários 
O internauta Edson Santana taxou de “aberração” a suposta candidatura de Kadu. 

“O grupo tem obrigação moral de partir com Sérgio Fraife. Usou o rapaz em duas eleições. Agora se trabalhado e ele n corresponder, senta se e juntamente c ele se conversa outra alternativa p n comprometer o grupo. Agora Josefina fazer ouvido de mercador nessa aberração q é a candidatura de Kadu, paciência”, escreveu. 

"COARACI ESTÁ SENDO MOTIVO DE CHACOTA"

Outro que se expressou abertamente sobre o caso foi Danillo Barbosa, jovem atuante que é ligado à Associação de Estudantes. 

Danillo Barbosa
“Percebo que o futuro de Coaraci está sendo motivo de chacota, de falta de perspectiva, em que o grupo político da então prefeita soltava aos quatro cantos da cidade a façanha do seu opositor em colocar o filho para disputar a eleição... Passada a eleição, percebo que de tanto falarem, querem fazer dessa humilde cidade, uma política hereditária.... Querem realmente descer goela abaixo tal cidadão, com um único propósito, não perder o poder! Pior... Querem propagar aquela frase tão dita nesse Carnaval: ‘É tudo nosso, nada deles’. Pois meus caros, percebam que Coaraci tem dono, e somos nós, munícipes, que pagamos nossos impostos, e temos uma péssima gestão em troca!”, escreveu Danillo. 

QUEM É KADU? 

Mas quais seriam as reais condições do sobrinho candidato ser prefeito? Quais são suas qualificações para governar Coaraci? Eu respondo: Nenhuma! 

O mais sano e democrático seria que a prefeita apoiasse o seu vice, Sérgio Fraife, depois de ter usado sua imagem durante esses dois mandatos. Mas, isso pelo jeito não vai acontecer. E por culpa também do próprio Fraife, sempre tão apagado e apático. 

Se não quiser ser engolido pelos articuladores pró-Kadu, Sérgio tem deixar a moderação de lado e jogar areia no ventilador. Tem que começar aparecer, ou será de vez apagado pela ditadura Castro.

* GENISSON SANTOS é jornalista MTE 72.584/SP,editor-chefe do Fato Entre Aspas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário