sábado, 29 de agosto de 2015

Coaraci: alunos voltam a ficar sem merenda escolar. Cadê o dinheiro?

Panelas vazias na casa da merenda
Os alunos da rede municipal de ensino de Coaraci ficaram sem merenda escolar de novo. De acordo com informações, o fornecimento voltou a ser cortado esta semana, deixando centenas de crianças sem sua principal refeição do dia. 

Mexer com o lado mais fraco é uma prática recorrente dos governantes. Afinal de contas, pensam eles, ninguém está vendo, ninguém irá notar. Mas dessa vez a secretária de educação e a senhora perfeita de Coaraci foram longe demais. Mexeram onde jamais poderiam: na merenda escolar, tão sagrada para centenas de estudantes. 

O caso vergonhoso (pornográfico!) noticiado aqui no Fato Entre Aspas, dando conta da substituição do cardápio escolar por uma mísera laranjinha continua provocando revolta na população e reações de políticos locais. Na Câmara, muitos vereadores repudiaram o fato.

Mas não basta só falar. Tem que agir! Nossos vereadores têm que tomar uma atitude. 

Pedir explicações, esclarecimentos ou até a prisão dos responsáveis, junto ao Ministério Público, seria no mínimo de bom tom. O que não pode continuar é o 'fala, fala' puro e simplesmente. O povo exige uma postura mais incisiva de seus representantes. As mães destas crianças cobram! E os vereadores não podem se entregar à letargia. 

REINCIDÊNCIA 

Esta não é a primeira vez que o governo da "cidadania" enfrenta (ou causa) problemas referentes a merenda escolar. Em 2012 a senhora prefeita e o então secretário de educação Waldir Carvalho foram obrigados pelo Ministério Público Estadual a assinar um termo de ajuste de conduta, se comprometendo a garantir a regularidade do fornecimento da merenda. Na época, os alunos também sofriam com a falta da alimentação escolar.

E a história se repete. Desta vez, pelo menos por enquanto, sem a intervenção do MP. 

Para a prefeita, tudo não passa de "perseguição". 

Perseguição de quem,  cara pálida? Do povo? Da imprensa? De quem? A senhora, juntamente com seus paus-mandados, devem uma explicação ao povo. 

É preciso que fique claro que a verba da merenda escolar é um dinheiro que precisa ser gasto com a merenda escolar, para que nossas crianças não sofram, como vêm sofrendo.  

E falando em dinheiro, de acordo com o portal da transparência, só até agora o município já recebeu mais de R$ 200 mil para este fim.

MAIA PROTESTA 

Em seu programa de rádio, o presidente da Câmara Municipal, Carlos Maia (SD), protestou na semana passada contra a substituição da merenda escolar, por uma laranja. No ar também pela TV Portal, Maia passou todo o tempo com um exemplar da fruta sobre a mesa.   

JADSON: 'AGRESSÃO ÀS CRIANÇAS'

Em entrevista ao Fato Entre Aspas nesta sexta-feira, 28, o pré-candidato a prefeito Jadson Albano classificou de 'agressão' a falta de merenda escolar. 

FATO: Você  já pensou o que você pode fazer a respeito? Não caberia uma ação no Ministério Público para intervir nesta situação? 

"É fato: a justiça não funciona para este governo. Já acionei uma denúncia junto ao Ministério Público sobre outras situações e não obtive resposta alguma. O único poder que podemos nos valer é o da mídia". 

FATO: Mas isso não justifica a letargia. Afinal, há outras instâncias para se recorrer... qual é sua posição em relação?

"A lei não pode ser discutida, tem que ser cumprida. O Artigo 6º da Constituição Federal estabelece os direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho [...] e os repasses estão chegando para isto". 

FATO: Diante destas informações, por que o município está tendo dificuldade de manter a merenda escolar, já que o dinheiro vem? 

"Esta explicação só quem pode dar é quem detêm o poder. Quem vai assumir esta responsabilidade, não ficar justificando, mas assumir uma postura de resolver o problema. Afinal, quando estava no período eleitoral, dizia-se que as instâncias todas eram o mesmo partido, o PT. Agora não há como separar. É, de fato, o mesmo grupo. Pena que quem está sofrendo as consequências é a população". 

FATO: Na sua análise, há indícios de irregularidades? 

"O serviço não vem sendo oferecido a contento,  ao menos há irregularidade no funcionamento, não há o que se discutir. Quanto a outra situação seria uma irresponsabilidade minha julgar".

Nenhum comentário:

Postar um comentário