sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Jadson denuncia suposto crime de assédio moral no governo Josefina

Genisson Santos, de S. Paulo - O pré-candidato a prefeito de Coaraci, Jadson Albano (PR), alfinetou o governo Josefina, nesta sexta-feira, 21.

Sem citar nomes, Jadson Albano usou sua conta em uma rede social para denunciar supostas perseguições sofridas por servidores públicos do município. 

"Em nossa cidade temos uma infeliz tradição. De punir servidores por conta de opções política, de pensar diferente, por denunciar erros", destaca Albano. 

Para ele, a postura só revela conivência da administração com a conduta errada, ao invés de investigar e punir. 

De acordo com o pré-candidato, os servidores estariam sofrendo crime de assédio moral, por parte do "alto escalão".

"Entre outras, coisas como mudar o local de trabalho de forma deliberada, inibir, chantagear, expor a situações constrangedoras, tudo isso é crime de assédio moral", dispara.

Ele diz ainda que as evidências deveriam ser discutidas pela Câmara de vereadores. 

"ELE ESTÁ ERRANDO DE GOVERNO"

Em reposta à reportagem do Fato Entre Aspas, o também pré-candidato a prefeito e secretário de finanças, Kadu Castro disse que não iria comentar porque Jadson não cita nomes. Mas não deixou de alfinetar.

"Acho que ele 'tá' errando de governo. Quem fazia isso era o pai dele", dispara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário