sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Prefeita de Camacan é encontrada morta dentro de casa

A prefeita de Camacan, Ângela Castro, de 60 anos, (completados no último dia 14), foi encontrada morta, por volta do meio-dia de hoje (18), no apartamento onde residia, no Edifício Porangaba, no município sul-baiano. Filiada ao PP, Ângela estava no segundo mandato consecutivo como prefeita de Camacan. 

As primeiras informações indicam que ela pode ter sido vítima de um infarto. As polícias civil e militar já estão no edifício para investigar se a morte foi por causa natural. Ângela era viúva e deixa dois filhos. O corpo da prefeita de Camacan deverá ser encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itabuna, para constatar a verdadeira causa da morte. 

Familiares da prefeita disseram que ela vinha se queixando de mal-estar. A suspeita é de que Ângela tenha falecido ontem à noite, porque ela foi encontrada ainda com a roupa com que usava do seu retorno de viagem a Salvador, ontem. O corpo dela foi encontrado na cozinha do apartamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário