quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Presa em Camacan ao chamar Promotora de Justiça de "sacaninha"

Elizana Santos da Silva, 30 anos, foi presa por ter chamado a Promotora de Justiça de Camacan, Catharine Rodrigues, de sacaninha. A mulher estava nas dependências do Colégio Polivalente, pois teria ido votar na eleição do Conselheiro Tutelar. Ao ver uma mulher tomar uma topada, disse: "Cuidado para você não cair, sacaninha" e ainda a chamou de bebê. 

A conduzida disse que não tinha conhecimento que estava se dirigindo a uma Promotora de Justiça e, que se soubesse, jamais teria se dirigido a ela daquele forma. Elizana recebeu voz de prisão, mesmo se desculpando. “Sou solteira e mãe de três filhos menores de dois, cinco e seis anos, e o mais novo, ainda está sendo amamentado", lamentou. 

A promotora disse que esta conduta caracterizava desacato. Elizana foi autuada em flagrante por ter infringido os artigos, 147, 329, 330 e 331 do Código Penal Brasileiro. O delegado Francesco Denis da Silva Santana, arbitrou uma fiança de R$ 7 mil, mas o valor caiu para R$ 2.500. Familiares e amigos de Elizana, estão arrecadando dinheiro entre amigos e parentes para tirá-la da cadeia. Informações o Tempo Jornalismo

Nenhum comentário:

Postar um comentário