domingo, 10 de julho de 2016

Nino Torquato lança pré-candidatura no escuro, após queda de energia

Na noite deste sábado, 9 de julho, estava acontecendo na Câmara de Vereadores de Coaraci o lançamento da pré-candidatura de Nino Torquato à prefeito de Coaraci e também o lançamento de uma revista documentário sobre a trajetória política de seu pai, Joaquim Almeida Torquato que faleceu em janeiro deste ano. Após os pronunciamentos de Chico Bala (PTC), Manoel do Amazonas (vereador de Almadina pela PMDB), Edson Dantas (ex-vereador de Itabuna), falava o ex-prefeito Laudano do PMDB de Almadina, quando já próximo a passar a palavra para o pré-candidato Nino Torquato uma queda de energia tomou conta da cidade de Coaraci, impedindo teoricamente a continuação do evento, porém o público permaneceu nas cadeiras do plenário e logo começaram a gritar o nome de Nino Torquato que saiu da mesa e subiu em uma cadeira próximo ao público e continuou o evento mesmo no escuro. 

Nino falou sem microfone e o povo respeitou o seu momento apenas aplaudindo-o em determinados trechos de seu discurso. Segundo Nino aquela queda de energia estava estranha, como se alguém o quisesse calar. Segundo ele, nestas eleições ele enfrenta um pré-candidato que é candidato porque seu pai não pode ser por estar inelegível, o outro pré-candidato teria sido imposto pela tia prefeita e para ele nem o próprio grupo dela quer aceitar plenamente a candidatura. Nino disse que a sua candidatura tem emanado do povo que o procura, com quem ele conversa na feira, nas ruas, por onde passa. “O povo começou a me dizer porque você não sai como candidato, você já fez alguma coisa, e eu procurei conversar com meu Deus, que eu tenho uma fé incrível, e perguntei, meu Deus como eu vou ser candidato sem ter dinheiro, eles dizem que só pode ser candidato quem tem dinheiro, eles diziam também que eu não tenho grupo, mas o que é isso aqui, meu grupo são vocês e é com vocês e por vocês que eu estou aqui, eu não tenho nenhuma dúvida que essa eleição marcará definitivamente a história política de Coaraci, vamos a luta” disse Nino em seu pronunciamento. 

Além do PMDB, participaram do evento dois partidos, o PRP e o PTC que teve Chico Bala como candidato nas últimas eleições. Segundo Chico Bala em seu discurso, Nino colhe uma semente plantada por ele em 2012 quando ficou claro que poderiam haver alternativas às grandes candidaturas e por isso ele vai apoiar Nino nesse momento. Laudano do PMDB de Almadina fez questão de dizer que entrou na política nos idos dos anos 80 por influência de seu pai, Joaquim Torquato que sempre foi fiel ao tradicional PMDB, assim como ele ainda é. O médico e ex-vereador Edson Dantas de Itabuna fez referência a Joaquim Torquato por sempre ter sido uma referência na região do Cacau de político sério e honesto, muitas vezes respeitado até mesmo pelos próprios adversários políticos. Informações da Rede Portal

Nenhum comentário:

Postar um comentário